Análise de 38 mulheres grávidas com COVID-19, seus recém-nascidos e transmissão fetal materna de SARS-CoV-2 (em inglês)

,

Vale a pena a leitura deste artigo que analisa os efeitos de duas infecções anteriores por coronavírus – síndrome respiratória aguda grave (SARS) causada por SARS-CoV e síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS) causada por MERS-CoV – nos resultados da gravidez. Além disso, analisa a literatura que descreve 38 mulheres grávidas com COVID-19 e seus recém-nascidos na China para avaliar os efeitos do SARS-CoV-2 em mães e bebês, incluindo dados clínicos, laboratoriais e virológicos e a transmissibilidade do vírus da mãe. feto. Todas as amostras neonatais testadas, incluindo em alguns casos placentas, foram negativas por rt-PCR para SARS-CoV-2. Neste ponto da pandemia global da infecção por COVID-19, não há evidências de que o SARS-CoV-2 sofra transmissão intra-uterina ou transplacentária de gestantes infectadas para seus fetos. A análise de casos adicionais é necessária para determinar se isso permanece verdadeiro.

Análise de 38 mulheres grávidas com Covid-19, seus recém nascidos e transmissão fetal materna de SARS-CoV-2

Habilidades

,

Postado em

21 de março de 2020