Nota Técnica orienta profissionais de saúde sobre Síndrome Inflamatória Multissistêmica

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) divulga, nesta sexta-feira, 7, nota técnica para orientar os profissionais de Saúde sobre a Síndrome Inflamatória Multissistêmica associada à Covid-19, verificada em crianças e adolescentes. Até julho deste ano, 41 pessoas, sendo 22 do sexo masculino e 19 do sexo feminino, apresentaram a condição, que resultou em dois óbitos.

A Vigilância Epidemiológica da Sesa registrou os casos em 13 municípios cearenses. “O Estado do Ceará tem uma das vigilâncias mais ativas do Brasil. Todos os núcleos de Vigilância Hospitalar estão cientes da necessidade de vigilância dessa síndrome e se comunicam constantemente com o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Sesa”, destaca a secretária executiva de Vigilância e Regulação, Magda Almeida.

BAIXE AQUI O PDF