NT ESP/SESA 01/2021 – Orientações sobre uso de Oseltamivir para tratamento de Influenza

Publicado em 30 de dezembro de 2021

A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, através do Centro de Inteligência em Saúde do Estado e da Escola de Saúde Pública do Ceará, vem por meio desta orientar quanto à recomendação profilática ou terapêutica da medicação antiviral sulfato de oseltamivir (Tamiflu®) por crianças e adultos com exposição de risco, quadro suspeito ou confirmado de Gripe (Influenza) atendidos nos Serviços de Saúde públicos ou privados.

Resumo das orientações

  • A maioria dos casos de infecção pelo vírus Influenza se manifesta como síndrome gripal ou resfriado comum, que em geral possuem o caráter benigno e autolimitado, costumando se resolver em cerca de uma semana com a utilização de medicamentos sintomáticos;
  • O uso das medicações antivirais está indicado fundamentalmente para indivíduos com síndrome gripal (SG) e fatores de risco ou nos casos que já apresentam sinais de complicações (Síndrome Respiratória Aguda Grave, SRAG);
  • A medicação antiviral possui maior eficácia quando utilizada precocemente, especialmente nas primeiras 48 horas do surgimento dos sintomas;
  • Em situações especiais o medicamento poderá ser indicado como profilaxia pós-exposição de risco, em intervalo de até de 48 horas após o contato, em indivíduos com mais de 3 meses de idade, assintomáticos e presença de fatores de risco para complicações;
  • O uso indiscriminado de medicamentos deve ser evitado pode resultar no desabastecimento do insumo, limitando o acesso dos indivíduos que realmente necessitam utilizar as medicações. Também poderá resultar na seleção de variantes virais resistentes ao medicamento;
  • O objetivo do uso da medicação é a redução das complicações entre os indivíduos mais vulneráveis. Recursos preventivos, tais como vacinação e medidas comportamentais (isolamento de casos, uso de máscaras, distanciamento social) são as formas mais efetivas de controle das epidemias de influenza.

Recomendação

O uso do sulfato de oseltamivir pode ser indicado na profilaxia pós-exposição ao vírus influenza ou tratamento da gripe, podendo beneficiar determinados indivíduos com redução do tempo de sintomas e, principalmente, redução do risco de suas complicações. A observação das indicações, contraindicações, posologia e formas de administração é fundamental para garantir os melhores resultados e evitar riscos potenciais. Indicação terapêutica A medicação sulfato de oseltamivir está indicada de acordo com as manifestações clínicas e a presença de fatores de risco para complicações [1]Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: … Continue reading: • Indivíduos com fatores de risco apresentando síndrome gripal; • Indivíduos apresentando SRAG, independente da presença fatores de risco. OBS: A prescrição de antivirais a indivíduos sem fatores de risco, apresentando síndrome gripal ou manifestações menos comuns, não costuma ser recomendada na maioria dos casos, podendo ser considerada individualmente, a depender das peculiaridades do caso e da disponibilidade da medicação na rede de saúde.

Manifestações clínicas

Síndrome gripal (SG) Costuma ser caracterizada pelo início súbito da combinação de sintomas febris (febre, prostração, mialgias e cefaleia) E respiratórios (coriza, dor de garganta, tosse seca). Os sintomas febris costumam predominar no início do quadro, especialmente em crianças, usualmente remitindo em 2 a 5 dias. Os sintomas respiratórios podem se iniciar após algumas horas ou poucos dias, costumando durar por cerca de uma semana, embora possam se estender por mais alguns dias em certos casos, mesmo na ausência de infecção bacteriana. Síndrome respiratória aguda grave (SRAG) São caracterizados pela ausência de melhora ou deterioração do quadro clínico, usualmente com prejuízo da função respiratória (dispneia, taquipneia, hipoxemia [SpO2 < 95%]), circulatória (hipotensão, oligúria, alteração do sensório) ou descompensação de doenças de base. Manifestações menos comuns

  • Resfriado comum: surgimento de sintomas respiratórios com ausência de sintomas febris (adultos) ou discretos (crianças);
  • Sintomas gastrointestinais: vômitos e diarreia são incomuns em adultos, mas podem ser observados em 10 a 20% dos casos em crianças;
  • Síndrome dengue-símile: em alguns indivíduos os sintomas febris podem ser predominantes e os respiratórios sutis ou ausentes. Em tais casos, o diagnóstico diferencial com dengue e outras causas de síndrome febril aguda indiferenciada pode ser necessário.

Fatores de risco para complicações relacionadas à Influenza

Individuais[2]Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: … Continue reading[3]Brasil. Guia de Vigilância em Saúde [Internet]. 4a Edição. Ministério da Saúde. Brasília-DF: Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento … Continue reading Gestantes e puérperas (2 sem) Adultos ≥ 60 anos Crianças < 5 anos (­­­­ ↑ < 2 anos, ↑↑ < 6 meses) População indígena aldeada Indivíduos < 19 anos (uso prolongado AAS) Comorbidades[4]Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: … Continue reading[5]Brasil. Guia de Vigilância em Saúde [Internet]. 4a Edição. Ministério da Saúde. Brasília-DF: Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento … Continue reading Pneumopatias (incluindo asma) Pacientes com tuberculose Cardiovasculopatia (incluindo HAS) Nefropatias Hepatopatias Doenças hematológicas (↑ Anemia falciforme) Distúrbios metabólicos ( ↑ Diabete melito) Doenças neurológicas ( ↓ Função respiratória) Imunossupressão (HIV, corticoides, quimioterápicos, neoplasias, inibidores TNF) Obesidade ( ↑ IMC ≥ 40 em adultos) Cuidados

  • Nos casos de SG em que os antivirais forem indicados as medicações devem ser iniciadas preferencialmente no período de até 48 horas após o início dos sintomas;
  • Nos casos de SRAG em que os antivirais forem indicados as medicações devem ser iniciadas preferencialmente no período de até 5 dias após o início dos sintomas;
  • Todos os pacientes com SG e fatores de risco devem ser orientados a retornar ao serviço de saúde para reavaliação dos sintomas e eventos adversos, idealmente no período de 24 a 48 horas;
  • Pacientes com diagnóstico de SRAG devem ser acompanhados em regime de internação hospitalar ou observação, devendo ser monitorado quanto à evolução do quadro e ocorrência de eventos adversos;
  • O uso indiscriminado dos antivirais, fora das recomendações preconizadas NÃO é recomendável, podendo causar desabastecimento do medicamento durante epidemias, além de favorecer o aparecimento de resistência viral.

Indicação profilática

A medicação Oseltamivir pode estar indicada como profilaxia pós-exposição para indivíduos com fatores de risco e/ou não imunizados (não vacinados ou com baixa probabilidade de resposta imune). Recomenda-se que tais indivíduos preencham os seguintes critérios [6]Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: … Continue reading[7]Uyeki TM, Bernstein HH, Bradley JS, Englund JA, File TM, Fry AM, et al. Clinical Practice Guidelines by the Infectious Diseases Society of America: 2018 Update on Diagnosis, Treatment, … Continue reading[8]Fiore AE, Fry A, Shay D, Gubareva L, Bresee JS, Uyeki TM, et al. Antiviral agents for the treatment and chemoprophylaxis of influenza — recommendations of the Advisory Committee on Immunization … Continue reading[9]Zachary KC. Prevention of seasonal influenza with antiviral drugs in adults [Internet]. UpToDate. 2021 [cited 2021 Dec 29]. Available from: … Continue reading:

  • Indivíduo assintomático, com idade mínima de 3 meses, exposto a menos de 48 horas a caso suspeito ou confirmado de influenza;
  • A exposição de risco costuma ser caracterizada por convivência prolongada relacionada à coabitação ou cuidados domiciliares sem uso adequado de EPIs;
  • Fatores de risco:
    • Indivíduos com fatores de risco para SRAG não vacinados ou que receberam a vacina a menos de 2 semanas*;
    • Crianças menores de 9 anos não vacinadas ou que tiverem recebido apenas uma dose da vacina, especialmente se tiverem fatores de risco;
    • Pessoas com graves imunodeficiências (HIV/Aids, imunossupressores);
    • Profissional de laboratório não imunizado que tiver manipulado amostras com o vírus influenza e sem equipamento de proteção individual (EPI) adequado;
    • Profissionais da saúde não imunizados envolvidos em procedimentos invasivos geradores de aerossóis ou manipulação de material biológico contendo o vírus influenza sem EPI adequado;
    • Indivíduos com fatores de risco, residentes em instituições fechadas e hospitais de longa permanência, durante surtos institucionais.
  • Estimativa da proteção imune considerar o estado vacinal adequado quando a última dose preconizada tiver sido realizada a mais de 2 semanas. Considerar a possibilidade de resposta vacinal, a depender do grau de imunocomprometimento. Considerar a compatibilidade entre os antígenos vacinais utilizados e a circulação das variantes virais predominantes durante o momento epidemiológico específico.

Cuidados

  • A quimioprofilaxia não deve ser prescrita para indivíduos sintomáticos ou após 48 horas de exposição;
  • Indivíduos devem ser advertidos que a quimioprofilaxia reduz, mas não elimina o risco de infecção pelo vírus influenza. Os casos que se tornarem sintomáticos deverão buscar atendimento para ter a posologia ajustada para dose terapêutica;
  • O tratamento empírico precoce é considerado como medida alternativa adequada na maioria dos casos, buscando orientar o paciente a procurar atendimento logo após o eventual início dos primeiros sintomas;
  • A quimioprofilaxia indiscriminada NÃO é recomendável, podendo causar desabastecimento do medicamento durante epidemias, além de favorecer o aparecimento de resistência viral;
  • A quimioprofilaxia NÃO deve ser utilizada em substituição à vacinação contra influenza, medida profilática mais efetiva;
  • O antiviral deve ser administrado durante a potencial exposição à pessoa com influenza e continuar por mais sete dias após a última exposição conhecida.

Posologia

O fosfato de oseltamivir poderá ser administrado com finalidade terapêutica ou profilática, de acordo com a posologia[10]Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: … Continue reading proposta na tabela abaixo: Posologia de Oseltamivir *Profilaxia não costuma ser recomendada em crianças menores de 3 meses.

Administração e apresentação

  • A medicação está disponível em cápsulas gelatinosas de 30, 45 e 75mg;
  • Deve ser administrado por via oral, com ou sem alimento, embora a administração com alimento possa aumentar a tolerabilidade em alguns pacientes;
  • Para os pacientes que vomitam até uma hora após a ingestão do medicamento deve ser administrada uma dose adicional;
  • A abertura da cápsula pode ser realizada visando melhor tolerabilidade de alguns pacientes;
    • Abrir a cápsula cuidadosamente e despejar todo o conteúdo em um pequeno recipiente;
    • Adicione pequena porção (1 colher de chá) de alimento adocicado (mel, calda de chocolate, açúcar dissolvido, cobertura de sobremesa, leite condensado, calda de frutas ou iogurte) e misture bem;
    • Agite essa mistura e administre todo conteúdo ao paciente, imediatamente após o preparo;
    • Repita o procedimento para cada nova dose.
  • A diluição da medicação poderá ser realizada para adequação da posologia ou ajuste para melhor tolerabilidade:
    • Abrir a cápsula antes do preparo cortando a ponta superior com uma tesoura limpa;
    • Usar recipiente limpo com água potável;
    • Não é necessário retirar qualquer pó branco não dissolvido (excipiente inerte);
    • Adicione todo o conteúdo da cápsula em um copo de vidro limpo;
    • Adicione água (pode ser adocicada), utilizando seringa graduada e misture bem;
    • A concentração de 15 mg/mL poderá ser obtida pela diluição de cápsulas de 30 mg (em 2 mL), 45 mg (3 mL) ou 75 mg (5 mL);
    • Aspire com a seringa a quantidade prescrita ao paciente, de acordo com a receita médica;
    • Administre o conteúdo ao paciente, imediatamente após o preparo.

Contraindicações

Fosfato de Oseltamivir é contraindicado[11]Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: … Continue reading[12]Farmanguinhos. Oseltamivir – Bula para profissionais de saúde [Internet]. Rio de Janeiro-RJ; 2018. Available from: … Continue reading[13]Lexicomp. Oseltamivir: Drug information [Internet]. UpToDate. 2021 [cited 2021 Dec 29]. Available from: … Continue reading para indivíduos com histórico de hipersensibilidade a um de seus componentes. Deve ser utilizado com cautela por indivíduos com algumas condições crônicas, como cardiopatias, hepatopatias, pneumopatias e nefropatias, podendo ser necessário o reajuste para a função renal. A segurança não foi estabelecida para crianças menores de um ano, apresentando recomendação mais restrita para esta população, devendo ser avaliado risco-benefício. Não é contraindicado durante a gestação (categoria B). Existem poucos estudos relacionados ao uso da medicação por lactantes. Apesar de evidências de eliminação no leite materno de pequena quantidade da droga, seu uso costuma ser considerado e encorajado.

Ajuste para função renal

As recomendações para a realização de ajustes de acordo com a função renal estão listadas na tabela abaixo: Ajuste de posologia para função renal TGF: Taxa de Filtração Glomerular.

Referências

Referências
1, 2, 4, 6, 10, 11 Brasil. Protocolo de tratamento de Influenza: 2017. Ministério da Saúde Secr Vigilância em Saúde Dep Vigilância das Doenças Transm [Internet]. 2018;1–51. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolo_tratamento_influenza_2017.pdf
3, 5 Brasil. Guia de Vigilância em Saúde [Internet]. 4a Edição. Ministério da Saúde. Brasília-DF: Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços.; 2019. 01–727 p. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_vigilancia_saude_4ed.pdf
7 Uyeki TM, Bernstein HH, Bradley JS, Englund JA, File TM, Fry AM, et al. Clinical Practice Guidelines by the Infectious Diseases Society of America: 2018 Update on Diagnosis, Treatment, Chemoprophylaxis, and Institutional Outbreak Management of Seasonal Influenza. Clin Infect Dis. 2019;68(6):895–902.
8 Fiore AE, Fry A, Shay D, Gubareva L, Bresee JS, Uyeki TM, et al. Antiviral agents for the treatment and chemoprophylaxis of influenza — recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP). MMWR Recomm reports Morb Mortal Wkly report Recomm reports [Internet]. 2011 Jan 21;60(1):1–24. Available from: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21248682
9 Zachary KC. Prevention of seasonal influenza with antiviral drugs in adults [Internet]. UpToDate. 2021 [cited 2021 Dec 29]. Available from: https://www.uptodate.com/contents/prevention-of-seasonal-influenza-with-antiviral-drugs-in-adults?search=influenza chemoproph&source=search_result&selectedTitle=7~150&usage_type=default&display_rank=7
12 Farmanguinhos. Oseltamivir – Bula para profissionais de saúde [Internet]. Rio de Janeiro-RJ; 2018. Available from: https://www.far.fiocruz.br/wp-content/uploads/2019/07/Farmanguinhos-oseltamivir_Bula_Profissional.pdf
13 Lexicomp. Oseltamivir: Drug information [Internet]. UpToDate. 2021 [cited 2021 Dec 29]. Available from: https://www.uptodate.com/contents/oseltamivir-drug-information?search=oseltamivir&source=panel_search_result&selectedTitle=1~46&usage_type=panel&kp_tab=drug_general&display_rank=1#F204096

Compartilhe esse conteúdo

Últimas Notas Técnicas

Nota Técnica – Prevenção relacionada à exposição de trabalhadores e trabalhadoras à Covid-19 e infleunza (HIN1 / H3N2)

Nota Técnica – Prevenção relacionada à exposição de trabalhadores e trabalhadoras à Covid-19 e infleunza (HIN1 / H3N2)

Nota Técnica sobre vacinação contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos

Nota Técnica sobre vacinação contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos

Recomendações de atuação da APS no enfrentamento da pandemia

Recomendações de atuação da APS no enfrentamento da pandemia

Nota informativa sobre os procedimentos de regulação de pacientes com síndrome gripal/síndrome respiratória aguda grave

Nota informativa sobre os procedimentos de regulação de pacientes com síndrome gripal/síndrome respiratória aguda grave

NT ESP/SESA 01/2021 – Orientações sobre uso de Oseltamivir para tratamento de Influenza

NT ESP/SESA 01/2021 – Orientações sobre uso de Oseltamivir para tratamento de Influenza

Sesa divulga nota técnica sobre Pesquisa Sindrômica de Vírus Respiratórios

Sesa divulga nota técnica sobre Pesquisa Sindrômica de Vírus Respiratórios

Sesa publica nota técnica sobre antecipação das doses de reforço e intervalo da vacina Pfizer / Biontech

Sesa publica nota técnica sobre antecipação das doses de reforço e intervalo da vacina Pfizer / Biontech

Nota Técnica orienta sobre a vacinação contra a Covid-19 em Crianças e Adolescente de 12 a 17 anos

Nota Técnica orienta sobre a vacinação contra a Covid-19 em Crianças e Adolescente de 12 a 17 anos

Nota técnica – orientações sobre diagnóstico laboratorial na Rede Sesa

Nota técnica – orientações sobre diagnóstico laboratorial na Rede Sesa

Nota de alerta aos viajantes – variantes de preocupação

Nota de alerta aos viajantes – variantes de preocupação

Comunicado de risco – variante Delta

Comunicado de risco – variante Delta

Nota técnica – vigilância genômica, rastreio e monitoramento da circulação de novas variantes de preocupação

Nota técnica – vigilância genômica, rastreio e monitoramento da circulação de novas variantes de preocupação

Nota técnica – retomada das cirurgias eletivas

Nota técnica – retomada das cirurgias eletivas

Sesa publica Nota de Alerta para vacinação contra covid-19 de gestantes e puérperas

Sesa publica Nota de Alerta para vacinação contra covid-19 de gestantes e puérperas

Nota informa sobre o início da distribuição da vacina Janssen aos municípios do Ceará

Nota informa sobre o início da distribuição da vacina Janssen aos municípios do Ceará

Nota Técnica da SESA orienta sobre a administração da vacina Pfizer-Biontech

Nota Técnica da SESA orienta sobre a administração da vacina Pfizer-Biontech

Nota técnica conjunta informa sobre uso da Plataforma Saúde Digital Vacinação

Nota técnica conjunta informa sobre uso da Plataforma Saúde Digital Vacinação

Nota técnica alerta sobre suspensão da vacina AstraZeneca para gestantes e puérperas

Nota técnica alerta sobre suspensão da vacina AstraZeneca para gestantes e puérperas

Nota técnica – Alerta Variante de Preocupação (VOC) B.1.617 (Índia)

Nota técnica – Alerta Variante de Preocupação (VOC) B.1.617 (Índia)

Nota técnica | Vacina Pfizer – BioNtech

Nota técnica | Vacina Pfizer – BioNtech

Nota técnica – orientações sobre testes de antígeno para Covid-19

Nota técnica – orientações sobre testes de antígeno para Covid-19

Nota técnica – eventos adversos após vacina contra a Covid-19

Nota técnica – eventos adversos após vacina contra a Covid-19

Nota Técnica orienta sobre reprocessamento do capacete de respiração assistida Elmo

Nota Técnica orienta sobre reprocessamento do capacete de respiração assistida Elmo

Nota técnica de alerta – Rastreio de novas variantes de preocupação da SARS-COV-2 no Ceará (VOC P.1 / B.1.1.28.1)

Nota técnica de alerta – Rastreio de novas variantes de preocupação da SARS-COV-2 no Ceará (VOC P.1 / B.1.1.28.1)

Documento orienta sobre os critérios de encerramento dos óbitos suspeitos por COVID-19

Documento orienta sobre os critérios de encerramento dos óbitos suspeitos por COVID-19

Nota Técnica orienta sobre notificações de casos suspeitos de Covid-19 em farmácias e drogarias

Nota Técnica orienta sobre notificações de casos suspeitos de Covid-19 em farmácias e drogarias

Nota técnica orienta sobre pesquisa sindrômica de vírus respiratórios em pacientes com síndrome respiratória aguda grave

Nota técnica orienta sobre pesquisa sindrômica de vírus respiratórios em pacientes com síndrome respiratória aguda grave

Nota técnica sobre casos prováveis de reinfecção

Nota técnica sobre casos prováveis de reinfecção

Nota Técnica orienta sobre uso do capacete Elmo

Nota Técnica orienta sobre uso do capacete Elmo

Nota técnica traz orientações para o monitoramento da nova variante da SARS-CoV-2 no Ceará

Nota técnica traz orientações para o monitoramento da nova variante da SARS-CoV-2 no Ceará

SESA divulga nota com recomendações aos viajantes oriundos de localidades com transmissão de novas variantes de SARS-CoV-2

SESA divulga nota com recomendações aos viajantes oriundos de localidades com transmissão de novas variantes de SARS-CoV-2

Nota técnica orienta sobre vacinas produzidas pelos laboratórios Sinovac/Butantan e AstraZeneca/Fiocruz

Nota técnica orienta sobre vacinas produzidas pelos laboratórios Sinovac/Butantan e AstraZeneca/Fiocruz

Sesa divulga nota técnica com orientações sobre vacinação

Sesa divulga nota técnica com orientações sobre vacinação

Nota técnica sobre orientações ao sistema prisional no enfrentamento da Covid-19

Nota técnica sobre orientações ao sistema prisional no enfrentamento da Covid-19

Nota Técnica orienta sobre acesso aos relatórios de exames da Covid-19

Nota Técnica orienta sobre acesso aos relatórios de exames da Covid-19

Nota técnica sobre quadro clínico recorrente de Covid-19

Nota técnica sobre quadro clínico recorrente de Covid-19

Nota Técnica sobre a organização das internações hospitalares durante a fase de recuperação da pandemia por Covid-19 no Ceará

Nota Técnica sobre a organização das internações hospitalares durante a fase de recuperação da pandemia por Covid-19 no Ceará

Nota técnica sobre manejo do corpo durante a pandemia de Covid-19 no Ceará: recomendações aos serviços funerários

Nota técnica sobre manejo do corpo durante a pandemia de Covid-19 no Ceará: recomendações aos serviços funerários

Nota técnica investiga surto, rastreamento e monitoramento de dados dos casos de Covid-19

Nota técnica investiga surto, rastreamento e monitoramento de dados dos casos de Covid-19

Nota técnica traz recomendações às pessoas com deficiência em isolamento domiciliar e internamento hospitalar

Nota técnica traz recomendações às pessoas com deficiência em isolamento domiciliar e internamento hospitalar

Nota Técnica orienta a respeito das internações em leitos de UTI Não Covid-19

Nota Técnica orienta a respeito das internações em leitos de UTI Não Covid-19

Nota Técnica orienta profissionais de saúde sobre Síndrome Inflamatória Multissistêmica

Nota Técnica orienta profissionais de saúde sobre Síndrome Inflamatória Multissistêmica

Nota Técnica traz informações sobre número de mortes maternas decorrentes da Covid-19

Nota Técnica traz informações sobre número de mortes maternas decorrentes da Covid-19

Nota técnica sobre a retomada de cirurgias eletivas

Nota técnica sobre a retomada de cirurgias eletivas

Nota técnica sobre a recorrência de quadro clínico de Covid-19 em profissionais de saúde

Nota técnica sobre a recorrência de quadro clínico de Covid-19 em profissionais de saúde

Nota técnica sobre o uso da ventilação não-invasiva e cânula nasal de alto fluxo no tratamento da insuficiência respiratória aguda por Covid-19

Nota técnica sobre o uso da ventilação não-invasiva e cânula nasal de alto fluxo no tratamento da insuficiência respiratória aguda por Covid-19

Nota Técnica orienta sobre a retomada responsável dos atendimentos ambulatoriais

Nota Técnica orienta sobre a retomada responsável dos atendimentos ambulatoriais

Nota Técnica traz orientações aos Serviços da Rede de Atenção Psicossocial na flexibilização das atividades não essenciais

Nota Técnica traz orientações aos Serviços da Rede de Atenção Psicossocial na flexibilização das atividades não essenciais

Nota técnica orienta sobre aspectos técnicos e recomendações para realização de teste rápido

Nota técnica orienta sobre aspectos técnicos e recomendações para realização de teste rápido

Nota Técnica esclarece sobre atendimentos eletivos da Rede de Atenção à Saúde Bucal (RASB) do Ceará

Nota Técnica esclarece sobre atendimentos eletivos da Rede de Atenção à Saúde Bucal (RASB) do Ceará

Nota Técnica esclarece sobre Distribuição e Fluxo de Acesso do medicamento Cloroquina

Nota Técnica esclarece sobre Distribuição e Fluxo de Acesso do medicamento Cloroquina

Nota Técnica esclarece sobre usos da Hidroxicloroquina e Cloroquina em pacientes hospitalizados

Nota Técnica esclarece sobre usos da Hidroxicloroquina e Cloroquina em pacientes hospitalizados

Nota Técnica traz esclarecimentos acerca do Sistema de Informação Sobre Mortalidade

Nota Técnica traz esclarecimentos acerca do Sistema de Informação Sobre Mortalidade

Nota de Alerta esclarece sobre Síndrome inflamatória multissistêmica em crianças e adolescentes associada à COVID-19

Nota de Alerta esclarece sobre Síndrome inflamatória multissistêmica em crianças e adolescentes associada à COVID-19

Nota Técnica esclarece sobre cuidados de pessoas com doenças crônicas na Atenção Primária à Saúde diante situação de pandemia de COVID-19

Nota Técnica esclarece sobre cuidados de pessoas com doenças crônicas na Atenção Primária à Saúde diante situação de pandemia de COVID-19

Nota Técnica esclarece quanto a realização de Teste Rápido de Covid-19

Nota Técnica esclarece quanto a realização de Teste Rápido de Covid-19

Nota Técnica aborda a questão do uso de ventiladores mecânicos para mais de um paciente com Covid-19

Nota Técnica aborda a questão do uso de ventiladores mecânicos para mais de um paciente com Covid-19

Nota Técnica traz recomendações para tratamento farmacológico ambulatorial para pacientes adultos com quadro suspeito ou confirmado de COVID-19

Nota Técnica traz recomendações para tratamento farmacológico ambulatorial para pacientes adultos com quadro suspeito ou confirmado de COVID-19

Nota Técnica traz orientações para atendimento nos serviços odontológicos da rede de atenção à saúde bucal

Nota Técnica traz orientações para atendimento nos serviços odontológicos da rede de atenção à saúde bucal

Secretaria da Saúde do Estado do Ceará divulga nota de esclarecimento sobre desabastecimemto do Tamiflu

Secretaria da Saúde do Estado do Ceará divulga nota de esclarecimento sobre desabastecimemto do Tamiflu

Nota Técnica apresenta recomendações para prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus nas unidades de diálise

Nota Técnica apresenta recomendações para prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus nas unidades de diálise

Nota Técnica orienta sobre manejo de resíduos de serviços de saúde provenientes da assistência ao paciente com suspeita ou confirmado de COVID-19

Nota Técnica orienta sobre manejo de resíduos de serviços de saúde provenientes da assistência ao paciente com suspeita ou confirmado de COVID-19

Nota técnica traz recomendações quanto ao manejo de resíduos provenientes dos testes rápido para Covid-19

Nota técnica traz recomendações quanto ao manejo de resíduos provenientes dos testes rápido para Covid-19

Nota Técnica traz recomendações às pessoas com deficiência

Nota Técnica traz recomendações às pessoas com deficiência

Nota Técnica traz recomendações para população em situação de rua

Nota Técnica traz recomendações para população em situação de rua

Nota Técnica | Orientações à RAPS sobre Covid-19

Nota Técnica | Orientações à RAPS sobre Covid-19

Nota Técnica 07/2020 atualiza a distribuição e o fluxo de acesso aos medicamentos Hidroxicloroquina e Cloroquina

Nota Técnica 07/2020 atualiza a distribuição e o fluxo de acesso aos medicamentos Hidroxicloroquina e Cloroquina

Universidade Federal do Ceará emite nota técnica sobre a importância do distanciamento social

Universidade Federal do Ceará emite nota técnica sobre a importância do distanciamento social

Nova portaria dispõe sobre orientações para o uso de drogas experimentais para Covid-19

Nova portaria dispõe sobre orientações para o uso de drogas experimentais para Covid-19

Nota Técnica traz recomendações sobre o uso de anticoagulantes em pacientes internados com suspeita ou infecção confirmada por Covid-19

Nota Técnica traz recomendações sobre o uso de anticoagulantes em pacientes internados com suspeita ou infecção confirmada por Covid-19

Nota Técnica orienta sobre uso de corticoesteroides para pacientes internados em serviços de saúde públicos e privados

Nota Técnica orienta sobre uso de corticoesteroides para pacientes internados em serviços de saúde públicos e privados

Nota Técnica sobre o uso de cápsula acrílica e dispositivos para proteção no atendimento a pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19

Nota Técnica sobre o uso de cápsula acrílica e dispositivos para proteção no atendimento a pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19

Nota Técnica do Ministério da Saúde analisa acurácia dos testes diagnósticos registrados para a Covid-19

Nota Técnica traz orientações ao Sistema Prisional no enfrentamento ao Covid-19

Nota Técnica traz orientações ao Sistema Prisional no enfrentamento ao Covid-19

Nota Técnica sobre teste rápido para Covid-19

Nota Técnica sobre teste rápido para Covid-19

Nota Técnica traz pontos-chave para Gestão do SUS na resposta à Pandemia da Covid-19

Nota Técnica traz pontos-chave para Gestão do SUS na resposta à Pandemia da Covid-19

NT MS Nº 7/2020 | Atenção às gestantes no contexto da infecção por Covid-19

NT MS Nº 7/2020 | Atenção às gestantes no contexto da infecção por Covid-19

Nota Técnica sobre a Distribuição e Fluxo de Acesso à Hidroxicloroquina e Cloroquina

Nota Técnica sobre a Distribuição e Fluxo de Acesso à Hidroxicloroquina e Cloroquina

Decreto Nº 33.537 de 06 de abril de 2020

Decreto Nº 33.537 de 06 de abril de 2020

Nota Técnica | Teste rápido de Covid-19

Nota Técnica | Teste rápido de Covid-19

Nota Técnica sobre recomendações para prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus nos serviços de diálise

Nota Técnica sobre recomendações para prevenção e controle de infecções pelo novo coronavírus nos serviços de diálise

Nota Técnica Nº 03/2020 | Notificação e investigação laboratorial de casos de Covid-19

Nota Técnica Nº 03/2020 | Notificação e investigação laboratorial de casos de Covid-19

Nota Técnica Nº 02/2020 | Diagnóstico Laboratorial de Covid-19

Nota Técnica Nº 02/2020 | Diagnóstico Laboratorial de Covid-19

Nota Técnica 7 orienta mães com Covid-19 sobre amamentação

Nota Técnica 7 orienta mães com Covid-19 sobre amamentação

Nota Técnica Nº 01/2020 | Doença pelo novo coronavírus (Covid-19)

Nota Técnica Nº 01/2020 | Doença pelo novo coronavírus (Covid-19)