Pacientes com Síndrome Gripal e sinais de alarme (desconforto respiratório, cansaço, respiração rápida) ou Síndrome Respiratória Aguda Grave* devem ser encaminhados para internamento hospitalar.

* Por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), entenda: indivíduo hospitalizado com
Febre, acompanhada de tosse ou dor de garganta e que apresente dispneia (dificuldade para respirar).