Vacinas Disponíveis

Você está em: Vacinação Covid-19 » Vacinas Disponíveis

Os imunizantes adquiridos no país e autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

CoronaVac

Produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, a CoronaVac funciona com vírus inativados: eles são tratados quimicamente para não serem capazes de desencadear a doença, mas mesmo assim são reconhecidos pelo organismo. Deste modo, o sistema imunológico produz células de defesa – os anticorpos – que estarão prontos para atacar os vírus no caso de uma infecção real, evitando que a doença se desenvolva.

Astrazeneca

As doses do imunizante em aplicação no Brasil fazem parte do lote fabricado pelo Instituto Serum, da Índia, e têm uso emergencial autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Segundo a Anvisa, a vacina tem eficácia global de 70,42%, validando estudo publicado no início de dezembro pela revista científica The Lancet. A proteção é baseada no adenovírus (grupo de vírus que causam problemas respiratórios, como resfriados) enfraquecido de um chimpazé. A opção também contém a sequência genética das espículas do SARS-CoV-2.

Pfizer

A vacina da Pfizer e da BioNTech contra a COVID-19 é baseada no RNA mensageiro, ou mRNA, que ajuda o organismo a gerar a imunidade contra o coronavírus, especificamente o vírus SARS-CoV-2. A ideia é que o mRNA sintético dê as instruções ao organismo para a produção de proteínas encontradas na superfície do vírus. Uma vez produzidas no organismo, essas proteínas (ou antígenos) estimulam a resposta do sistema imune resultando, assim, potencialmente em proteção para o indivíduo que recebeu a vacina. Os resultados dos estudos de fase 3 da vacina, envolvendo mais de 44 mil voluntários e já publicados em revista científica qualificada, mostraram que globalmente a eficácia contra a Covid-19 é de 95%.

Janssen

A vacina da Janssen, da farmacêutica Johnson & Johnson, é baseada em vetores de adenovírus sorotipo 26 (Ad26). O imunizante é aplicado em dose única de 0,5ml e demonstrou, nos testes apresentados, 66,9% de eficácia para casos leves e moderados e 76,7% de eficácia para casos graves, após 14 dias da aplicação. O prazo de validade é de três meses quando armazenado na temperatura entre 2°C e 8°C. Após aberto, o frasco pode ser utilizado em até seis horas.

Compartilhe esse conteúdo